5 formas de lidar com a depressão

Noticias

É preciso adotar atitudes de resiliência, cuidar da mente e das emoções.

WEB-Sad-Woman-Reclined-Helen-Adilia-Arceyut-Frixione-CC - pt

Em época onde todos os meios de comunicação propagam a crise brasileira, e muitas pessoas vivenciam a situação de desemprego e dificuldades econômicas, é esperado um aumento no número de casos de depressão.

A depressão é caracterizada pelo sentimento de tristeza, desinteresse, ausência de prazer, baixa autoestima e autoconfiança, sentimento de culpa e inutilidade, pessimismo, cansaço persistente, concentração e atenção reduzidas, além de distúrbios do sono e do apetite.

As causas da depressão são várias, e é sabido que fatores ambientais e circunstanciais, como situações que fogem do previsível e geram estresse, podem ser o gatilho para a depressão.

As grandes crises financeiras foram marcadas pelo aumento do número de pessoas deprimidas e do consumo de medicações antidepressivas e ansiolíticos.

Vislumbrando o momento difícil que o país vem passando, é preciso desde já adotar atitudes de resiliência, cuidar da mente e das emoções para prevenir um estado depressivo.

Seguem abaixo algumas dicas para sobreviver bem a época de crise:

1. Engaje-se em atividades prazerosas e estimule uma visão otimista

É preciso manter o bom humor e o otimismo mesmo em situações difíceis. Procure fazer atividades que proporcionem a satisfação e o prazer. Este tipo de atitude ajudará a estimular sentimentos positivos, que se propagarão para a sua visão do mundo e da vida.

2. Desenvolva a resiliência

Saiba reagir positivamente perante as advertências e se levantar a cada queda. Aceite aquilo que não poderá mudar e que não depende de você. É preciso adaptar-se às novas situações e superar-se.

3. Foque sua atenção na solução e não no problema

Ficar falando, pensando e vivendo o problema te impedirá de enxergar as possibilidades de mudar a situação. Não que você não possa compartilhar suas aflições, mesmo porque algumas vezes é falando que conseguimos entender melhor os fatos, mas não fique apenas remoendo o caos, pois a discussão prolongada pode intensificar os sentimentos negativos. Determine um tempo máximo para falar sobre seus problemas e depois mude de assunto.

4. Pratique atividade física

Exercitar o corpo é um dos melhores antídotos para a ansiedade, que muitas vezes é a precursora da depressão. A atividade física também ajuda a combater a apatia e a baixa energia. Uma simples caminhada diária também pode contribuir significativamente para arejar a mente e estimular o sentimento de bem-estar, experimente!

5. Administre os impulsos e as emoções

É comum, em momentos de desavenças, agirmos sob o calor das emoções e perder a razão. Muitas vezes reagimos a um fato que criamos ou supervalorizamos na nossa mente e, consequentemente, nossa ação é desproporcional à situação. Procure raciocinar o fato antes de agir impulsivamente. Relaxe, respire fundo e acalme-se, depois responda a situação. Em momentos difíceis, há uma tendência a antecipar sofrimentos e fracasso e fazer julgamentos errôneos.

A crise pode ser sinônimo de perdas, assim como pode representar ganhos, através das oportunidades enxergadas. Seja otimista e esteja atento as oportunidades que são provenientes da situação vivenciada. Boa sorte!

Fonte : Aleteia 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s