Espirito Santo,fogo interior doador de vida e Pai dos pobres.

Espiritualidade

“Mas recebereis uma força, a do Espírito Santo que descerá sobre vós, e sereis minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judeia e a Samaria, e até os confins da terra” (At 1,8)

Resultado de imagem para espírito santo

Por ocasião da semana teológica que estou organizando em minha fraternidade religiosa, quero esboçar alguns pontos acerca dessa força de Deus que identificamos como o Espírito Santo, tema das reflexões. De início quero com toda franqueza tentar escrever a partir da minha experiência, do meu “locus theologicus”, daquilo que tenho vivenciado e aprendido durante meus estudos. Na verdade, aprendido para poder entender que o Espírito está na vida, na história, e não somente em nossas elucubrações.

Este pequeno versículo nos traz algumas reflexões importantes. A primeira delas: o E.S.  é uma força vinda do alto que vem sobre nós com ímpeto. Isso de pronto já nos revela sua característica, ela é dinâmica, é arrebatadora, é impulsionante. Daí entendermos a necessidade de uma Igreja repleta do E.S que não se fecha, mas antes sai em direção aos outros, à realidade. Daí entendermos que quando nossas estruturas pessoais, sociais, estão muito paradas, estaremos num caminho perigoso. O que vem do alto causa terremoto, estrondo, abalo, porque vem com força e não deixa a realidade do mesmo jeito.

O Espírito nos torna testemunhas. Ouçam! Uma afirmação clara que esconde uma dimensão profunda. Nos torna capazes de sermos testemunhas de Cristo Jesus diante das variadas situações, nos coloca em sintonia com os ensinamentos daquele que passou por este mundo há vários séculos. Nos capacita para vivermos com intensidade a vida e os ensinamentos dele, ou seja, da sua capacidade de acolher, de amar, de enfrentar a vida com coragem, sua capacidade de rezar ao Pai e sua luta por um mundo melhor. Que dom maravilhoso! Ele nos devolve a vida verdadeira!

Por isso, finalizo aqui declarando que Deus nunca nos desampara, que Ele nunca se cansa de nos oferecer chances de viver bem, de seguir seus ensinamentos. Mas podemos nos perguntar: me ajudar a viver a Lei? Me ajudar a me parecer com Cristo? Será que consigo isso um dia? A resposta é sim. Porque seguiremos a Cristo não imitando o que ele fez, daquela mesma forma. Somos chamados a seguir o Cristo no hoje de nossa história, somos chamados a ser testemunhas com uma coerência com a vida cristã e com a caminhada de nosso tempo. Quem sabe o Espírito não dá um “jeitinho” para vir entre nós e nos ajudar a mudar nosso país? Acho que ele sempre age, mas nosso barulho e nossa correria é tanta que não o percebemos com muita clareza.      

Frei Felipe Trindade OFM

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s