3 santos que – provavelmente – tinham dificuldades de aprendizagem

Religião, santos

…o que não os impediu de ser santos!

vianney-casey-bernadette-public-domain-and-father-solanus-guild

Em seu livro “The Shepherd Who Didn’t Run” (“O pastor que não fugiu”, em livre tradução do título ainda sem versão em português), sobre a vida de pe. Stanley Rother, primeiro mártir declarado dos Estados Unidos, María Ruiz Scaperlanda descreve como a fraca escolaridade quase inviabilizou a ordenação sacerdotal de Rother – possivelmente, ele tinha deficiência de aprendizagem.

Quem sorri assim no momento da sua morte?

Noticias, Religião, santos

A irmã Cecilia, do carmelo argentino de Santa Fé, testemunhou seu amor a Cristo diante da cruz de um câncer de pulmão.

carmelo1

A irmã Cecília, do carmelo de Santa Fé, na Argentina, sofreu de um câncer no pulmão. Como se diz em termos místicos, ela celebrou as núpcias na cruz com o Amado, dando imenso testemunho de amor, e, chamada por Deus, foi finalmente encontrar o seu Esposo face a face.

O carmelo de Santa Fé comunicou o falecimento da irmã Cecília com uma carta breve, mas profunda, aos membros da ordem e a todos os seus amigos:

Queridos irmãos, irmãs e amigos:

Jesus! Somente duas linhas para avisá-los de que a nossa queridíssima irmãzinha Cecília adormeceu suavemente no Senhor, depois de uma doença tão dolorosa vivida sempre com alegria e entrega ao seu Divino esposo. Enviamos a vocês todo o nosso carinho agradecido pelo apoio e pela oração durante todo este tempo tão doloroso, mas tão maravilhoso ao mesmo tempo. Acreditamos que ela voou diretamente para o céu, mas assim mesmo lhes pedimos que não deixem de oferecer por ela as suas orações, que ela, o céu, lhes pagará. Um grande abraço de suas irmãs de Santa Fé.

Fotos: página da Cúria Geral dos Carmelitas Descalços no Facebook

Fonte :Aleteia 

 

Quem não gosta de Madre Teresa, bom sujeito não é

santos, testemunho

O comovente depoimento de um homem que decidiu largar tudo para dedicar sua vida a ajudar a Madre Teresa de Calcutá.

teresa_de_calcutá

Uma freira pequenina trabalhava como professora em uma escola católica, para meninas ricas. Até o dia em que, nas ruas de Calcutá, ela ouviu o clamor do Cristo sedento, faminto e doente. Após insistir, recebeu autorização para fundar uma nova ordem e, sozinha, deixou uma vida razoavelmente confortável e segura para viver entre os mais pobres dos pobres.